Tarifa branca: o que é e como funciona

Você já ouviu falar de “tarifa branca”? É uma opção para economizar na conta de energia elétrica, conforme informa a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

A tarifa branca está em vigor desde janeiro deste ano e qualquer consumidor pode fazer a opção por ela, mas é preciso saber bem como ela funciona para não correr o risco de pagar mais de conta de energia.

Vamos explicar como proceder.

O que é tarifa branca

É uma modalidade tarifária com aplicação de valores diferentes dependendo do dia da semana e do horário do consumo de energia elétrica.

Os horários são denominados de período de ponta (o mais caro, entre 19h e 21h59); período intermediário (das 18h às 18h59 e das 22h às 22h59); e período “fora de ponta” (das 23h de um dia até as 17h59 do dia seguinte).

Sábados, domingos e feriados são considerados como “fora de ponta” (valor mais baixo) as 24 horas do dia.

Quem pode aderir à tarifa branca?

Todos os consumidores de baixa tensão e pequenos estabelecimentos comerciais e industriais, independentemente da faixa de consumo.

A tarifa branca só não é aplicada aos consumidores residenciais classificados como baixa renda, a beneficiários de descontos previstos em legislação e à taxa de iluminação pública.

Vale lembrar que a adesão à tarifa branca não é obrigatória.

Como aderir?

O processo é simples. A adesão deve ser feita diretamente à empresa que fornece energia elétrica em sua localidade. Após a formalização do pedido, a distribuidora tem o prazo de 30 dias para atender à solicitação do consumidor.

 Devo ou não optar?

Primeiro, você deve conhecer seu perfil de consumo. A análise deve ser feita com base nos horários em que há o maior consumo de energia.

Para tanto, acompanhe o medidor de energia de sua casa por alguns dias, colocando numa planilha o consumo em kWh de cada período em vários dias da semana.

Depois, analisar se o consumo de sua casa é maior no período de ponta (entre 19h e 21h59). Se sim, não vale à pena mudar para a tarifa branca. Com certeza sua conta de energia vai aumentar.

Entretanto, se verificar que o maior consumo se dá entre às 23h de um dia até as 17h59 do dia seguinte, pode valer à pena fazer a mudança, porque haverá redução do valor da conta em até 20%.

Posso voltar atrás?

Sim.  Se quiser retornar à tarifa convencional (aplicada hoje) é só fazer a solicitação à distribuidora. O prazo para o atendimento é de 30 dias.

Contudo, caso se arrependa de retornar para a tarifa convencional, terá de esperar 180 dias para fazer novo pedido de adesão à tarifa branca.

Mais

Comentários