Como vai funcionar o novo Cadastro Positivo e o que você ganha com isso.

O que é o Cadastro Positivo

É um banco de dados que registra o histórico de pagamento dos consumidores, o que inclui as contas do dia a dia como água, luz e telefone.

A lei existe desde 2011 e entrou em vigor em 2013, mas exigia que o consumidor fosse atrás de se cadastrar para ser incluído. Agora, o consumidor passa a fazer parte do Cadastro Positivo automaticamente, sem precisar fazer nada.

Como é usado o Cadastro Positivo

Quando você precisa fazer um financiamento ou comprar a prazo, as empresas que concedem crédito (bancos, financeiras, lojas, etc.) geralmente consultam seu nome.

Com o Cadastro Positivo, essa consulta considera as contas que você paga, não só as que deixou de pagar (negativos).

Por isso que essas informações positivas, podem aumentar suas chances de conseguir crédito! Bom, né?

Quais informações estão no Cadastro Positivo

As informações que fazem parte do Cadastro Positivo são de pagamentos de boletos, carnês, faturas de cartão de crédito, contas de luz, água e telefone, empréstimos e financiamentos.

E pode ficar tranquilo, porque não fazem parte do Cadastro Positivo informações como salário, religião, posições políticas, dados de saúde, saldo de conta bancária, limite de crédito, detalhes das transações dos cartões, poupança ou investimentos.

Como será feita a abertura do Cadastro

As fontes de crédito – instituições financeiras, varejistas e as empresas que prestam serviços continuados de consumo (telefonia, energia, gás, etc.) –, vão enviar, a partir de julho, as informações dos consumidores cadastrados sobre os pagamentos das contas para os birôs de crédito, como a Boa Vista.

Depois disso, você será comunicado sobre a inclusão no Cadastro Positivo em até 30 dias, a não ser que já tenha se inscrito no Cadastro Positivo desde antes da nova lei.

Quem poderá acessar os dados

Todas as empresas que precisem de informações sobre o histórico de pagamento dos consumidores para análise de crédito. As informações do cadastrado só serão disponibilizadas para o mercado 60 dias após a abertura do cadastro.

Eu posso saber quais dados meus estão lá

Claro! O “titular” (dono dos dados) tem direito de acessar, sem nenhuma cobrança, suas informações existentes no banco de dados a qualquer momento.

Com a Boa Vista, você pode fazer sua consulta no portal consumidorpositivo.com.br. E pode também aproveitar para consultar seu score pontuação de crédito. Partiu?

É bom para mim estar no Cadastro Positivo

Sim, porque as informações de pagamento do Cadastro Positivo vão ajudar você a ter acesso ao crédito de uma forma mais justa!

Como fazer para ser excluído do Cadastro Positivo

É só pedir a exclusão a qualquer uma das empresas que cuidam da administração do sistema (birôs de crédito).

A exclusão não tem custo e é imediata e simultânea em todos gestores de bancos de dados existentes, não só naquele para quem você pedir a exclusão.

Quer estar sempre ligado nas nossas dicas sobre Cadastro Positivo e educação financeira? Então curta a nossa página no Facebook e aproveite a vida!

Posts relacionados

Por quanto tempo guardar contas pagas?

Aquela gaveta cheia de comprovantes de pagamentos de contas pode ser esvaziada uma vez por ano! Como e quando fazer isso? A Boa Vista vai te explicar! Contas de serviços As de água, energia elétrica, gás e telefone podem ser jogadas fora a partir do momento em que a empresa encaminhar a declaração anual de…

Como economizar no supermercado

As compras do mês pesam no bolso? Você não está sozinho! A Boa Vista começa hoje o 1º artigo da série: “Como economizar no supermercado”, dicas da Boa para você ir às compras do mês sem prejudicar seu orçamento.   Defina um limite no orçamento doméstico Determine um valor máximo para as compras de supermercado…

Como vai funcionar o novo Cadastro Positivo e o que você ganha com isso.

O que é o Cadastro Positivo É um banco de dados que registra o histórico de pagamento dos consumidores, o que inclui as contas do dia a dia como água, luz e telefone. A lei existe desde 2011 e entrou em vigor em 2013, mas exigia que o consumidor fosse atrás de se cadastrar para…