Dicas para quem quer sair do vermelho e viver numa Boa

Se entre seus planos está sair do vermelho e ficar numa Boa com as finanças, a Boa Vista tem dicas para conseguir este feito.

Antes de procurar a empresa credora para tentar a renegociação dos débitos, é fundamental saber como está seu orçamento doméstico. 

Para calcular o que entra e o que sai no caixa de sua família, baixe a “Cartilha do Orçamento Doméstico”, e comece a fazer as contas e a planejar financeiramente o futuro.

1 – Primeiros passos

Feito o orçamento doméstico, veja se há alguma sobra de dinheiro para pagar os débitos em atraso. 

Se todo o dinheiro que entra já está comprometido, reveja as despesas mensais e analise o que pode ser cortado. 

O ideal é que as despesas fixas comprometam menos que 70% do orçamento mensal. 

As despesas fixas são aquelas que chegam todo mês em casa, como conta de luz, água, escola, aluguel, alimentação (incluindo supermercado e comer for de casa), saúde e transporte.

2- Consulta de débito

Você sabe o tamanho da sua dívida? Ou seja, sabe o quanto deve e para quais empresas deve? Para que possa responder com certeza a essas perguntas acesse a Consulta de Débito aqui mesmo no nosso Portal. 

Com um cadastro simples e rápido você consegue identificar o tamanho da sua dívida e ainda consultar o seu score (pontuação de crédito).  Clique aqui e faça a sua consulta!

Com essas informações você pode então negociar diretamente com o credor, sem qualquer tipo de intermediário. 

Lembre-se: da mesma forma que está buscando uma opção para sair do vermelho o credor também está interessado em receber. 

3- Será que minha dívida caducou?

Não é porque se passaram cinco anos do vencimento da dívida que ela simplesmente desaparece. 

Este prazo é determinado pelo artigo 43 do Código de Defesa do Consumidor para que o CPF permaneça na base de dados do SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito).

Depois desse tempo, a dívida não fica mais visível, mas ainda existe e pode continuar a ser cobrada pelo credor.

4- O que é prescrição de dívida?

Prescrição é a perda do direito de a empresa exigir na Justiça a cobrança da dívida. 

Caso o credor tenha ingressado com ação de cobrança, o prazo de prescrição começa a ser contado novamente.

Todos as dívidas têm um prazo de prescrição, conforme determina o Código Civil (artigo 206). 

As dívidas decorrentes da falta de pagamento de boletos bancários, cartão de crédito, financiamentos e plano de saúde, por exemplo, além de contas de serviços públicos, como água, luz e telefone, prescrevem cinco anos após a data de vencimento.

Com as dicas da Boa Vista é possível sair do vermelho renegociando as dívidas com planejamento financeiro e ficar numa Boa! 

Confira as nossas dicas, curta a nossa página no Facebook e aproveite a vida!

Posts relacionados

Dia das Mães na Boa

Está chegando o Dia das Mães e vem aquela preocupação com presente, almoço… enfim, em fazer da data um dia especial. Será que dá para fazer isso e economizar? Dá sim! Cola nas dicas da Boa! Determine o orçamento O primeiro passo é decidir quanto é possível gastar no Dia das Mães deste ano. Para…

Suspensão temporária de serviços: uma forma de economizar se ficar longos períodos fora de casa

Você sabia que pode suspender alguns dos serviços continuados (telefone, internet, TV a cabo e outros) quando for ficar fora de casa por um período mais longo? Sim, isso é possível. Confira aqui as dicas da Boa para economizar com isso quando for sair de férias, viajar a trabalho ou por algum outro motivo que…

Seja criativo e curta a Páscoa numa Boa

A Páscoa está chegando e para você não ter que se preocupar com o bolso, preparamos algumas dicas para curtir a data numa Boa e gastando pouco. Compare preços Antes de ir às compras, pesquises e use aplicativos para comparar preços. Para compras em lojas físicas, pechinche e busque por bons descontos, consultando o valor…