Cuidados com golpes e fraudes na internet durante a pandemia

Com a pandemia do novo coronavírus, infelizmente tem aumentado os golpes e fraudes financeiras na internet. Isso porque a gente vem utilizando mais os meios digitais para fazer transações bancárias, como pagamentos de contas, transferências de dinheiro e compras online utilizando cartões de crédito e de débito.

Também houve um aumento no volume de propagação dos chamados softwares maliciosos, conforme levantamento da Kaspersky, empresa especializada em segurança digital. Estes softwares são usados pra furtar credenciais e dinheiro das contas bancárias das vítimas.

Leia também:
Quer informações sobre seu CPF? Acesse o site Consumidor Positivo da Boa Vista
Como o score pode te ajudar a obter crédito
Está sem dinheiro? Você pode pagar boletos com cartão de crédito

Outro levantamento da Kaspersky aponta que os ciberataques contra dispositivos móveis – como os smartphones – cresceram 124% em março.

As principais fraudes

Boleto falso: o código de barras é alterado por meio de um vírus fazendo com que o pagamento vá para a conta do golpista. Boletos falsos são enviados a partir de e-mail, SMS, e contas fakes de WhatsApp. Os golpistas também podem mandar um boleto falso pelos correios.

Roubo de dados (phishing): Nesse tipo de golpe, seus dados bancários são furtados via site adulterado com layout igual ao do seu banco, por exemplo. Os criminosos enviam e-mail ou SMS com um link. Se você clica nele, abre a possibilidade de os golpistas terem acesso às suas informações.

Invasão da conta por trojan: Ele é instalado no seu computador ou celular dando acesso ao golpista para invadir a sua conta corrente. O trojan também é enviado via links falsos.

Como se proteger

Desconfiar de links e de envio de boletos por e-mail ou SMS é o primeiro passo. Principalmente os com chamadas apelativas como sobre problemas em conta bancária ou que seu nome será enviado ao SCPC por falta de pagamento de alguma conta. Na dúvida, desconfie sempre!

Mas também é fundamental ter um antivírus ativo e atualizado tanto no computador quanto no celular. Existem muito disponíveis de graça!

Nas fraudes envolvendo cartão de crédito, o melhor recurso é se cadastrar nos serviços de mensagens das administradoras do cartão ou do banco, que avisam quando uma compra é realizada. Ao receber a mensagem e se não tiver sido você que fez a compra, bloqueie o cartão rapidamente. Só baixe aplicativos na loja oficial do seu sistema operacional, e sempre verifique se está baixando o app oficial, pois existem apps fakes também!

Cuidado com telefonemas, e-mails ou SMS pedindo para atualizar seus dados. Nenhum banco entra em contato para pedir atualizações e não há desbloqueio de cartão por meio do contato feito pelo banco. É você quem deve entrar em contato com o banco.

Ainda, os bancos não enviam ninguém à sua casa para retirar seu cartão ou outros dispositivos. No caixa eletrônico, peça ajuda de um funcionário identificado e, mesmo assim, não entregue seu cartão a ele.

Xi, caí no golpe! E agora?

Se você for vítima de golpes e fraudes financeiras, procure uma delegacia de polícia e registre Boletim de Ocorrência. Esta atitude ajuda a polícia a investigar os casos e encontrar os criminosos.

E avise seu banco e a administradora do cartão de crédito. Peça o cancelamento do cartão e mudanças de senhas.

Evite prejuízo

Os bancos e outras empresas não podem ser responsabilizados pelos golpes aplicados por criminosos. Eles só assumem o prejuízo se houver alguma falha no sistema de segurança do banco ou da empresa que colaborou para que os golpes e fraudes financeiras tenham sido realizados no universo online. Então, mais um motivo pra você não marcar bobeira. Fique esperto!

Pra mais informações e dicas de Educação Financeira e Orçamento Doméstico siga a Boa Vista no Facebook!

Mais

Comentários