Tudo que você precisa saber sobre PIX

Fazer pagamentos instantâneos ou transferências de valores sem precisar usar os sistemas DOC ou TED e até mesmo sacar dinheiro em uma loja… Já imaginou? Tudo isso será possível com o PIX, que começará a funcionar em 16 de novembro, conforme determinação do Banco Central.

Com o PIX, será possível fazer operações bancárias a qualquer hora, de um jeito rápido, simples e sem pagamento de taxas.

Leia também:

Como usar o parcelamento do cartão de crédito

Resolva sua vida financeira sem ir ao banco

 

Algumas instituições financeiras, como bancos e fintechs, já estão fazendo o pré-cadastro de seus clientes para usar o novo sistema de pagamentos e transferências.

Então, é importante entender o que é o PIX pra aproveitarmos essa novidade do melhor jeito possível. Bora lá!

 

O que é o PIX

É uma forma nova, fácil e instantânea de pagar e receber dinheiro. As transferências de valores são processadas em até 10 segundos, para qualquer banco, a qualquer horário ou dia da semana, incluindo feriados.

O processo é seguro, uma vez que é totalmente digital e criptografado pelo Banco Central. É possível pagar, transferir ou receber valores informando apenas a chave PIX, que pode ser o número do telefone, do CPF ou até e-mail. Não há necessidade de ter os dados bancários do recebedor.

Outra vantagem é que não será cobrada nenhuma taxa para as transações das pessoas físicas, diferentemente do que ocorre hoje com o DOC ou TED. Legal, né?

O PIX irá integrar todo o sistema bancário. Por isso, as transações instantâneas poderão acontecer entre instituições diferentes.

 

O PIX poderá ser usado para:

Transferir e receber dinheiro;

Fazer pagamentos em lojas online e estabelecimentos comerciais físicos;

Receber salário;

Pagar impostos e taxas federais, estaduais e municipais;

Quitar conta de luz: o Banco Central assinou acordo com a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) para o uso do PIX nos pagamentos das contas de energia.

 

Os custos do PIX

É zero! Ótima notícia para quem necessita fazer transferências de valores.

 

Como vai funcionar o PIX

Ele será operado pelo Sistema de Pagamentos Instantâneos do Banco Central, que está conectado às instituições financeiras, às fintechs, às cooperativas de crédito e às empresas de pagamentos.

Mas para que possamos utilizá-lo será necessário que ele esteja vinculado a uma conta corrente ou poupança ativa. Ou seja, não é uma conta que você abre numa instituição financeira, mas um meio de pagamento que deve ser conectado a uma conta já aberta.

 

Como utilizar o PIX

É simples. Basta acessar o aplicativo do seu banco e registrar a chave de endereçamento, sendo necessário vincular à sua conta um número de telefone celular, e-mail ou CPF ou até uma aleatória.

 

O que são as chaves do PIX

As chaves funcionam como localizador da conta. Toda vez que fizermos uma operação financeira, de pagamento ou recebimento, não será preciso informar os dados bancários nem o CPF, somente uma das chaves vinculadas.

As chaves podem ser um número de telefone celular, e-mail ou CPF ou até uma aleatória. Podem ser registradas até cinco chaves por conta corrente ou poupança.

É permitido registrar mais de um e-mail e mais de um número de telefone como chave PIX, na mesma conta. Só não é possível adicionar uma mesma chave em contas diferentes. Se você vincular o número do seu celular numa determinada conta, não poderá utilizá-lo em outra instituição financeira se também for cliente dela.

 

O que é chave aleatória

É uma forma de utilizar o PIX sem repassar seus dados pessoais (CPF, número de telefone, e-mail) a quem fará o pagamento. Ou seja, não é necessário informar nenhuma das suas chaves já cadastradas.

Ela será gerada no aplicativo do seu banco instalado no celular. Será um conjunto de números, letras e símbolos gerados aleatoriamente, mas que identificaram a conta que receberá os valores.

 

Como fazer transferências e pagamentos

Será necessário ter um aparelho celular com câmera e o aplicativo do banco no qual você mantém relacionamento financeiro. O PIX aparecerá como uma opção no aplicativo do banco.

Tendo isso, basta escolher o PIX na hora de fazer pagamento ou transferências.

Em seguida, digitar chave de quem vai receber o dinheiro, o valor do pagamento ou transferência e sua senha.

Uma outra forma de fazer transação com o PIX é por meio do QR Code. Por exemplo, se a loja que você fez uma compra disponibilizar este código, você pode apontar a câmera para ele, digitar o valor e a senha do banco e pronto!

Mais

Comentários