Saiba como economizar na compra do material escolar

Assim como os impostos do começo do ano, a matrícula e o material escolar dos filhos fazem parte das despesas e sabemos como é difícil conciliar com a renda.

Pensando nisso, nosso superintendente de Serviços ao Consumidor, Pablo Nemirovsky, deu dicas valiosas de como se organizar e economizar, além de reaproveitar o material de anos anteriores. Antes de sair às compras, confira a entrevista:

 

Fonte: Agência Radioweb

 

Veja abaixo alguns itens que podem ser reaproveitados:

  • Lápis, apontadores, réguas, borrachas e compassos em bom estado.
  • Cadernos podem ter as folhas usadas descartadas, deixando apenas as folhas limpas. Já as capas podem ganhar uma cara nova se forem encapadas.
  • Mochilas e estojos que estiverem em bom estado podem ser limpos ou então lavados, pois assim já ganham um aspecto de novo.

Você também pode conversar com os pais de outros alunos e a própria coordenação da escola para fazer uma troca de livros. Se não tiver como trocar, doe os livros para alunos com renda mais baixa.

 

Outras dicas úteis:

  • Tente comprar apenas o material que será usado no 1º semestre, deixando para depois o do 2º semestre. Assim, os custos ficarão menores neste começo de ano.
  • Compare os preços entre papelarias e lojas. Em alguns casos, pode haver uma diferença de preço de 260% para o mesmo produto. Por isso, a pesquisa é fundamental, tanto pela internet quanto nas lojas físicas.
  • Tente fazer a compra do material escolar em conjunto com outros pais. Assim, vocês poderão pesquisar atacados e negociar um preço melhor.
  • Converse com os filhos sobre Educação Financeira: como podem economizar e reaproveitar, pois nem sempre o item que eles desejam é o mais barato.

Algumas lojas dão descontos se o pagamento for à vista. Se não puder, lembre-se de que o pagamento parcelado deve caber no orçamento mensal futuro.

 

Mais

Comentários