O que é e como funciona o Open Banking ?

Talvez você já tenha ouvido falar por aí sobre um tal de Open Banking, né? Mas sabe o que é e como esta tecnologia criada pelo Banco Central vai mudar pra melhor suas relações com os bancos e as instituições financeiras? Bora entender tudinho sobre essa novidade!

 

Leia também:

11 dicas sobre empréstimo pessoal

Portabilidade bancária é um direito do consumidor

Saiba como ter e usar a carteira digital em pagamentos

 

Definindo Open Banking

Open banking significa, em português, algo como “banco aberto”. Alguns ainda traduzem como “sistema bancário aberto”.

O conceito é fácil de entende: basta pensar que você terá total autonomia e liberdade sobre suas informações financeiras. Terá poder para decidir quando e com quais bancos e empresas irá compartilhá-las. Por exemplo: digamos que você tenha conta em um banco há mais de 10 anos. Caso você decida abrir uma conta em outro banco, não vai precisar começar uma relação do zero, como acontecia até agora, pois poderá passar todas as informações do relacionamento que manteve com o banco antigo!

 

Por que compartilhar as informações?

Para facilitar a contratação de produtos e serviços, como empréstimo ou financiamento, com um banco que você ainda não trabalha. Ou abrir uma conta corrente ou pedir cartão de crédito numa nova instituição financeira.

 

Ou seja, não precisará começar um relacionamento do zero e esperar construir um histórico de crédito para ter acesso a produtos e serviços de qualquer instituição financeira.

 

Bastará uma autorização sua para que este novo banco tenha acesso a todos os seus dados financeiros. Tudo de forma on-line.

O Open Banking vai permitir, ainda, que seja ampliada a oferta de produtos e serviços financeiros. Ou seja, haverá mais concorrência e competição no setor financeiro.

 

Open Banking na prática

Pense na hipótese de pedir um empréstimo pessoal numa instituição com a qual você não tem relacionamento, mas que oferece taxas e juros bem mais baixos do que o seu banco.

 

Sem o Open Banking com certeza teria dificuldades, uma vez que esta instituição não conhece seu histórico financeiro.

 

Com o Open Banking, você poderá autorizar esta instituição a colher todos os seus dados financeiros com o banco que atualmente você trabalha.

E isso tornará muito mais fácil o seu acesso àquele produto ou serviço desejado.

 

Quando o Open Banking começa a funcionar

Foi estabelecido um cronograma pelo Banco Central e a implantação terá quatro fases.

 

Fase 1: Já teve início em fevereiro deste ano. Neste primeiro momento os bancos estão se alinhando tecnologicamente para que o Open Banking possa funcionar como programado pelo Banco Central.

 

Fase 2:  O início está previsto para 15/07. Será nesta fase que os consumidores poderão começar a autorizar o compartilhamento entre as instituições suas informações pessoais e financeiras.

 

Fase 3: O início está previsto para 30/08. Será possível fazer pagamentos fora do ambiente do banco, como em aplicativos criados para este fim. Ainda, se terá acesso a propostas de crédito por meio de plataformas (ou aplicativos de mensagem).

 

Fase 4: O início será em 15/12. Nesta última fase será possível o compartilhamento de dados de informações relacionadas a operações de câmbio, investimentos, seguros e previdência.

 

Quais instituições vão participar?

Somente as instituições financeiras reguladas pelo Banco Central. Os grandes bancos são obrigados a aderirem ao Open Banking.

Mais

Comentários