O cartão de crédito deve ser aliado, não vilão

O cartão de crédito pode e dever ser um grande aliado, e não um vilão, do seu planejamento financeiro. Isso, claro, se você usá-lo a seu favor e sempre com bom senso.

Ao utilizar o cartão respeitando seu orçamento doméstico, você consegue ter acesso a bens e serviços que não poderia pagar à vista, além do controle de gastos do mês que ele possibilita e outras facilidades, como acúmulo de pontos que podem ser trocados por itens, serviços e experiências.

Por isso, a Boa Vista dá algumas dicas para que você evite o descontrole financeiro usando esta ferramenta de pagamento.

Cartão de crédito é um meio de pagamento

Assim como o dinheiro vivo, o cartão de crédito é um meio de pagamento. Se você usa apenas o dinheiro vivo para fazer seus pagamentos, quando ele acaba não compra mais nada, não é?

O cartão de crédito deve ser utilizado com o mesmo critério. É preciso respeitar o seu limite.

Usando o cartão de crédito a seu favor

Uma das recomendações é ter apenas um cartão de crédito e centralizar todas as compras nele, o que dará a você um efetivo controle dos gastos mensais, com menos chances de perder o controle.

Quem tem vários cartões se complica no gerenciamento das despesas, além do provável gasto adicional com anuidades.

Pagando tudo com um único cartão você concentrará a data de pagamento num único dia, o que evita de pagar juros ou multa por esquecer algum pagamento.

E também juntará rapidamente pontos para serem usados em seus objetivos. Por exemplo, é possível planejar uma viagem para daqui um ano sem ter de pagar nada pela passagem aérea e/ou para pagar o hotel.

Outra vantagem é utilizar estes pontos para adquirir algum eletrodoméstico, itens de informática, etc.

Organizando as finanças com o cartão

Muitas pessoas têm dificuldade de anotar cada coisa que compra no dia a dia. O cartão de crédito pode ser uma solução interessante neste sentido, uma vez que as suas despesas mensais estarão listadas no extrato, que você poderá acessar a qualquer momento, inclusive para verificar a cada semana ou quinzenalmente quanto do seu orçamento já está comprometido.

É possível acessar o extrato mensal ou parcial no aplicativo do banco, internet banking e caixas eletrônicos.

Limite do seu cartão de crédito

O limite do cartão vai lhe ajudar no controle dos seus gastos. Assim, não peça limite muito alto. Os planejadores financeiros orientam que este limite deve corresponder a, no máximo, 50% de sua renda. Se tiver mais de um cartão e cartões de dependentes, a soma do limite de todos deve ser de metade do que entra em seu orçamento doméstico todos os meses.

Ter um limite controlado evita a tentação de fazer compras que podem estourar seu orçamento.

Aproveite os benefícios do cartão

Antes de pedir um cartão de crédito, procure se informar sobre os programas de milhagens e pontos para descontos em estabelecimentos. Há cartões que oferecem, inclusive, seguro de vida, seguro de viagem (na hora de viajar não vai precisar gastar dinheiro com este seguro). Então por que não aproveitar?

Anuidade

Você pode economizar um bom dinheiro no ano se optar por um cartão sem taxa de anuidade. Atualmente, existem diversos cartões que nada cobram. Se o seu tem essa taxa, converse com o banco e veja a possibilidade de reduzi-la ou eliminá-la.

Saiba que os cartões que oferecem algum benefício, como pontos, geralmente cobram anuidade. Mas nestes também é possível negociar esta taxa e até zerá-la.

Evite ao máximo atrasar o pagamento da fatura

Uma das mais importantes regras para usar o cartão de crédito como aliado na sua gestão financeira é não atrasar o pagamento da fatura ou pagar somente o valor mínimo, rolando a dívida para frente.

Se a fatura não for paga no vencimento, o valor pode dobrar em pouco tempo. Se faltar dinheiro para pagar tudo, é mais recomendado pegar um empréstimo bancário a uma taxa de juros menor.

Para mais informações e dicas de Educação Financeira e Orçamento Doméstico siga a Boa Vista no Facebook e acesse o site  consumidorpostivo.com.br

Mais

Comentários