Educação financeira na infância = adultos conscientes

Cuidar do dinheiro não deve ser um assunto delicado ou chato entre as crianças. Elas precisam entender, desde pequenas, que o caminho para realizar alguns sonhos é usar o dinheiro da forma certa, aprendendo a poupar e investir.

Mas como falar com as crianças de uma forma divertida e simples? Para ajudar nessa missão, confira as dicas da Boa Vista:


Jogos

Toda criança adora brincar. Então, nada melhor do que unir educação financeira a algum jogo. Há boas opções online, jogos de tabuleiro ou você mesmo pode criar algumas brincadeiras junto com os pequeninos. Uma boa ideia, por exemplo, é montar uma lojinha com itens que vocês têm em casa, colocar preços em cada um e desenhar notas de diversos valores. Assim, fica mais fácil ensinar a calcular e negociar preços.


Leitura

É sempre importante incentivar a leitura entre as crianças. E por que não juntar essa prática à educação financeira? Há livros para todas as idades que tratam do assunto de forma simples.

Boas dicas: “Dinheiro compra tudo?” de Cássia D´Aquino, “Crise financeira na floresta” da Ana Paula Hornos ou “O pé de meia mágico” do Álvaro Modernell.


Cofrinho

Todo mundo já teve um cofrinho pelo menos uma vez na vida. Que tal presentear a criança com um e criar uma meta a ser atingida? Combinem um período, como por exemplo: “vamos tentar chegar a R$ 200,00 para comprar aquele brinquedo que você quer, até seu próximo aniversário?”

Isso incentiva a poupar! 


Faça você mesmo

Há muitos brinquedos que podem ser feitos em casa. Além de ser uma atividade divertida com as crianças, isso ajuda economizar um bom dinheiro. Por exemplo: procure receitas de massinha de modelar ou slime (“amoeba”) na internet e façam juntos.

Outra possibilidade é usar materiais que seriam descartados com criatividade. Olha só: uma caixa de ovos vazia de ponta-cabeça pode virar uma caixa registradora de supermercado; algumas caixas de sapatos empilhadas viram uma casinha de bonecas. Faça um jogo de imaginação com os pequenos e veja quantas ideias boas vão surgir. Você vai se surpreender!


Bazar ou troca de brinquedos

Toda criança sempre quer um brinquedo novo, mas antes de ceder à tentação daqueles olhinhos brilhantes fazendo um novo pedido, incentive-a a fazer um bazar para vender os brinquedos usados, trocar com os amigos ou até mesmo doar para outras crianças.


Para os maiores, você pode incentivar a venda em aplicativos de venda e troca. Vender o que não se usa mais pode ser uma boa forma de arrecadar parte do dinheiro para a compra de um novo.
Agora é só curtir o Dia das Crianças numa Boa, ensinando os pequenos a usarem o dinheiro de forma consciente! E tem mais coisa bacana na cartilha de educação financeira para crianças. Baixe agora mesmo!

Para mais dicas de como essas, curta nossa página no Facebook!

Posts relacionados

Mesada Inteligente: regras claras ajudam na gestão do dinheiro

Sabemos que ensinar as crianças e adolescentes a serem mais disciplinados e a darem valor ao dinheiro não é tarefa fácil. Não existe fórmula mágica, mas algumas atitudes podem ajudar nesse processo e tornar as regras mais claras e simples para todos, descomplicando a mesada. A dica da Boa é fazer da mesada um jogo…

Educação financeira na infância = adultos conscientes

Cuidar do dinheiro não deve ser um assunto delicado ou chato entre as crianças. Elas precisam entender, desde pequenas, que o caminho para realizar alguns sonhos é usar o dinheiro da forma certa, aprendendo a poupar e investir. Mas como falar com as crianças de uma forma divertida e simples?

Mesada inteligente: crianças virando craques em lidar com o dinheiro

Educação Financeira é fundamental para formar adultos que lidam bem com dinheiro. Por isso, falar disso com as crianças pode fazer toda diferença.