Como funciona o cashback? Vamos explicar

Com boa parte do comércio nacional fechado devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), boa parte das compras terá de ser feita on-line, por meio de canais digitais. Nesse cenário, o sistema de cashback pode ser uma boa opção.  

Para quem não sabe, essa palavra vem do inglês e significa, literalmente, “dinheiro de volta”. Com ele, os consumidores “ganham” de recompensa parte do dinheiro do pagamento de alguma compra.  

Vamos explicar abaixo como você pode participar do sistema de cashback, os benefícios e como usar o dinheiro que retornou às suas mãos. Bora aprender? 

O que é cashback? 

É um método de compra que possibilita ao consumidor recuperar parte do dinheiro gasto na compra de produtos ou na contratação de serviços. O cashback vem sendo considerado como uma estratégia das empresas para fidelizarem seus clientes, uma vez que eles retornam para a mesma loja para novas compras por terem um crédito que poderá ser utilizado em outra aquisição.   

Como ter o cashback 

Há aplicativos específicos de cashback e muitas lojas também adotaram este programa de fidelidade. Para participar, você terá de se cadastrar informando seus dados para fazer compras online. O cadastro pode ser feito num site de e-commerce (várias lojas oferecem este benefício) ou em aplicativos específicos de cashback. 

Feito isso, na hora da compra, deve entrar na loja online ou no aplicativo na qual se cadastrou. 

Cartões de crédito 

Vários bancos, em parceria com cartão de crédito, vêm oferecendo o cashback e devolvendo aos seus clientes parte dos gastos em compras específicas (como passagem de avião) ou em lojas conveniadas.  

Como recuperar o dinheiro 

A maioria das lojas online que oferecem o cashback informa, já na hora da compra, quanto será devolvido em cada compra. Você vai acumulando o valor e utiliza o saldo em nova compra. 

Já nos aplicativos específicos é preciso procurar uma empresa filiada ou parceira para fazer a compra e receber de volta parte do que gastou. Alguns aplicativos impõem valores mínimos para a utilização do saldo. Isso significa que, talvez, você terá de fazer várias compras para alcançar o limite e ter direito a utilizá-lo. 

Há, ainda, aplicativos que devolvem em dinheiro o valor acumulado, depositando diretamente na sua conta corrente. Alguns destes também determinam valor mínimo para que você faça o resgate. 

Com os aplicativos de cashback é possível ainda obter descontos nos preços das empresas filiadas e receber mensagens de promoções. 

Cuidados 

Como qualquer compra feita on-line, é preciso ter alguns cuidados ao utilizar o cashback, tanto para evitar golpes quanto para proteger seus dados. Por isso, é recomendado pesquisar a reputação da loja ou do app antes de fazer as compras. 

Isso pode ser feito por meio de um simples acesso a sites de reclamações de consumidores, nos quais você verá se existem queixas de consumidores que aderiram aos programas de cashback. 

Portanto, tenha cuidado antes de aderir. Se tiver problemas, o caminho é registar reclamação no Procon de sua localidade. 

Outro ponto que necessita de cuidado é o de comprar impulsivamente. Assim como o cartão de crédito, o cashback pode passar de aliado para vilão caso seja usado sem controle. 

Com controle, dá para dirigir seus gastos num mesmo cashback conseguir, num determinado período, uma quantia para ser usada em outras compras ou mesmo poupada.  

Para mais informações e dicas de Educação Financeira e Orçamento Doméstico siga a Boa Vista no Facebook e acesse o site consumidorpostivo.com.br 

Mais

Comentários