Como cuidar do seu Score estando desempregado

Como manter um bom score após perder o emprego tendo muitas contas a pagar?

 

Realmente não é uma das tarefas mais simples, e pode ser a dúvida de 14,1 milhões de brasileiros que infelizmente estão fora do mercado de trabalho.

Este número é do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) referente ao trimestre de novembro de 2020 a janeiro de 2021.

 

Leia também:

Empréstimo com garantia: opção pra conseguir dinheiro com juros baixos

O momento é de analisar os gastos que pesam em seu orçamento

Dicas para quem quer sair do vermelho e viver numa Boa

 

Mas saiba que existem algumas alternativas que você pode tomar para não deixar seu Score despencar num curto espaço de tempo.

 

Agir rápido é importantíssimo porque, talvez, você precise buscar crédito no mercado caso deseje se tornar um microempreendedor, por exemplo, ou precise de dinheiro para alguma eventualidade.

 

Confira aqui no Consumidor Positivo algumas estratégias que poderão ser úteis neste momento com menos dinheiro no seu bolso.

 

Mas o que é Score?

É uma pontuação de crédito, que vai de 0 a 1000. Indica a sua capacidade de honrar os seus compromissos financeiros.

 

Quando você deseja fazer uma compra parcelada, por exemplo, a empresa irá consultar o seu score aqui na Boa Vista para saber se você tem perfil de bom pagador. É importante ressaltar que a empresa pode levar várias outros fatores em consideração além do score, ok?

 

Se você atrasou o pagamento de uma conta, isso levará seu score para baixo, o que diminuiu as chances de você ter crédito aprovado.

Não sabe quanto é seu score atualmente? Aqui mesmo no Consumidor Positivo você consulta a sua nota de graça. Basta clicar aqui e fazer seu cadastro.

 

Perdi o emprego, e agora?

A recomendação é que você mantenha a calma e busque soluções práticas para tentar manter os pagamentos em dia.

 

Neste momento, sente e avalie o que tem para ser pago e se tem alguma reserva para honrar os compromissos financeiros.

 

Organização financeira

Para ter clareza do dinheiro que tem disponível e saber o que tem para ser pago, o primeiro exercício a ser feito é colocar tudo no papel: o quanto você tem disponível e o valor das despesas.

 

Ter uma planilha de controle de gastos pode ser um bom diferencial para este exercício. Por meio dela você conseguirá visualizar tudo o que tem para pagar e ainda prever os próximos meses.

 

Ao fazer este processo, você talvez consiga enxergar gastos que antes não percebia, e talvez os diminuir ou até mesmo cortá-los. Exemplos são uso de transporte por aplicativo, anuidade de cartão de crédito, assinaturas de serviços que não esteja usando muito e outros no celular.

 

Veja também se não é possível reduzir o consumo de água e energia elétrica e até diminuir o pacote de telefonia.

 

Se você conseguir fazer cortes ou reduzir algumas despesas, aumenta as chances de que sobre dinheiro para quitar alguma conta que, a princípio, seria atrasada e, certamente, rebaixaria o seu score. Sabemos que a situação é difícil, mas é importante fazer esse exercício para encontrar alternativas!

 

Renegociar as dívidas

Ao trabalhar na sua planilha de gastos e identificando que não conseguirá pagar uma ou mais contas, tente negociá-las com o credor o mais rápido possível.

 

Jogando para frente os vencimentos destas contas você evita que seu score caia. Quem sabe, neste período, você já tenha conseguido recolocação do mercado de trabalho ou desenvolvido alguma atividade para conseguir renda extra, né?

 

Outra possibilidade se enfrentar dificuldades para pagar as contas é verificar se seus credores estão oferecendo a opção de pausar os pagamentos. Você deve verificar as condições na instituição credora. Não tenha vergonha de tocar nesse assunto, e nem de pechinchar descontos.

 

Se, por acaso, estiver pagando um empréstimo ou um financiamento, você pode buscar a portabilidade de crédito. Isso significa procurar outro banco, com juros menores, e levar sua dívida para lá.

 

Buscar renda extra

Se ainda ficarem buracos no seu orçamento mesmo após você ter olhado sua planilha com muita atenção, ter feito os cortes de despesas e reduzido outras, o próximo passo é buscar formas de conseguir dinheiro.

 

Como estamos vivendo uma crise de pandemia, que está refletindo no lado econômico, infelizmente nem sempre conseguimos um novo emprego tão rápido.

 

Uma opção, então, é tentar desenvolver algum produto em casa e anunciar na internet. Se você é bom em algum serviço, poderá também oferecer de forma on-line! Por exemplo, você pode costurar máscaras, vender salgados, doces ou chocolates feitos por você, fazer consertos, dar aulas de idiomas ou instrumentos que domine, etc.

 

Estas são apenas algumas possibilidades de ganhar dinheiro extra. Não tenha medo de explorar seus talentos e conhecimentos.

 

Buscar outros recursos

Se mesmo tendo buscado rendas extras algumas contas ficarem para trás, veja se tem direito a alguma das medidas emergenciais dos governos.

 

Por exemplo, o auxílio emergencial do Governo Federal ou dos governos estaduais e municipais.

 

Não deixe de consultar se pode sacar do Fundo PIS/Pasep ou parte do FGTS.

 

Empréstimos saudáveis

Por fim, se conseguir manter um bom Score pode recorrer a algum empréstimo. Mas fuja daquelas linhas de crédito cujos juros são altíssimos, como empréstimo pessoal, cheque especial ou rotativo do cartão de crédito.

 

Neste momento de desemprego e dinheiro curto, contrair dívidas que podem virar uma bola de neve só irá te trazer mais dores de cabeça e, se não conseguir pagar, seu score pode cair.

 

Há no mercado, com o surgimento das fintechs, novas empresas de tecnologia, muitas opções de empréstimos com juros baixos e maiores prazos de pagamento. Mas tenha certeza de que conseguirá pagar para não correr o risco de inadimplência e reduzir seu score.

 

Gostou das dicas que pode te ajudar a manter seu score em alta? Continue aqui no site Consumidor Positivo pra muitas outras dicas pra uma vida financeira equilibrada.

Mais

Comentários